O traçado das pistas de aterragem depende do geomagnetismo

O campo de forças magnéticas – geomagnetismo – que envolve a Terra, devido à alteração ou mesmo inversão do Norte magnético, pode alterar o funcionamento de equipamentos eletromagnéticos.

Esta inversão faz com que as agulhas magnéticas das bússolas dêem orientações que não correspondem ao Norte geográfico,  originando a declinação magnética, ou seja, um ângulo, medido num plano horizontal, entre o Norte geográfico e o Norte magnético. Para minimizar este desvio as bússolas são, periodicamente, reajustadas.

As pistas de aterragem dos aviões são identificadas nas suas cabeceiras  por um número relacionado com a direção do Norte magnético em que elas apontam. Devido à variação do campo magnético terrestre é necessário mudar as designações numéricas de cada extremidade, bem como a sinalização de circulação para a pista. Assim, o avião conseguirá aterrar em segurança.

pista

António Páscoa, Nº 5, 10º A

This entry was posted in Ciência and tagged , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply